Ponte Anita Garibaldi um gigante com nome de guerreira!

Agende seu passeio em Florianópolis




anita 1

A chamada ponte de Laguna será inauguração em Julho/2015 e receberá o nome de Ponte Anita Garibaldi um gigante com nome de guerreira, mas, o que fez esta jovem senhora de caráter independente e resoluto que morreu aos 28 anos ser tão bem lembrada apesar da pouca idade?

Acompanhe um pouco da trajetória desta jovem mulher que repercutiu no Brasil, Uruguai e Itália.

Ana Maria de Jesus Ribeiro,  descendia de modesta família de portugueses ,conhecida como Anita Garibaldi, (Morrinhos, Laguna, 1821 — Mandriole, Itália, 4 de agosto de 1849) é conhecida como “Heroína dos Dois Mundos”. É considerada, até hoje, uma das mulheres mais fortes e corajosas da época.

Após a morte do pai, Anita cedo teve que ajudar no sustento familiar e,casou-se aos catorze anos, com Manuel Duarte de Aguiar, sendo abandonada pelo marido três anos depois, por conta de seu alistamento no exército imperial.

Conheceu o guerrilheiro italiano Giuseppe Garibaldi durante a Revolução Farroupilha, na tomada do porto de Laguna e ficou junto a ele o resto de sua vida seguindo-o em combates em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Uruguai e Itália.

Durante a batalha de Curitibanos Anita, grávida, foi presa, mas conseguiu ludibriar os guardas que a prendiam e conseguiu fugir. Em 16 de setembro de 1840 nasceu Menotti Garibaldi, primeiro filho do casal, sendo que poucos dias após o nascimento Anita teve sua casa cercada pelo exercito imperial e fugiu a cavalo com o recém-nascido nos braços  alcançou o bosque e ficou deitada por quatro dias, até que Garibaldi a encontrou.

Em  1841, o casal seguiu para Montevidéu, apoiando revoltosos contra o ditador uruguaio Fructuoso Rivera.

Em 1857 Anita foi enviada para a Itália para participar dos preparativos que receberiam o marido e uma tropa de mil homens que participariam das guerras de unificação da Itália onde enfrentaram a opulência das forças franco-austríacas. A opulência do exercito rival os obrigou a  retirada com quatro mil soldados, o casal de revolucionários ainda teve de suportar a pressão de outros exércitos contrários ao processo de unificação.

Esgotada com a quinta gravidez a valente revolucionária ficou abatida ao enfrentar uma grave crise de febre tifóide.

Não resistindo, Anita faleceu nas proximidades de Roma, na colina de Gianicolo, em 4 de agosto de 1849 neste lugar foi erguido um monumento eqüestre onde esta enterrado o corpo.

Sem duvida uma mulher corajosa e destemida que lutou ao lado de seu companheiro por seus ideais de liberdade e Justiça e não deixou de viver sua vida como mulher e mãe e ainda, teve 04 filhos durante o período de combates.

Anita Maria de Jesus Ribeiro morre no dia 04 de agosto de 1849. Em Roma, na colina de Gianicolo, foi erguido um monumento eqüestre, onde está enterrado seu corpo.

 

Anita Garibaldi, um símbolo de paixão e coragem!

 

Comentar

Comentários

oi