Radares da BR-101 começarão a multar motoristas a partir desta sexta-feira

Agende seu passeio em Florianópolis




radar-limites-de-velocidade

Radares da BR-101 começarão a multar motoristas a partir desta sexta-feira
Desde março de 2014, os 37 radares entre Curitiba e Palhoça estavam em modo educativo
Os radares ao longo da BR-101 desde Palhoça até Curitiba começarão a emitir multas a partir desta sexta-feira, segundo previsões da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Autopista Litoral Sul. Até o momento, os 37 radares inativo”, ou seja, estavam ligados, mostravam a velocidade, mas não autuavam os motoristas.

Em Santa Catarina, 24 radares começarão a funcionar. Segundo a PRF, as velocidades estão fixadas em 80km/h para as vias principais – com exceção do Morro do Boi, na altura de Balneário Camboriú, com 60km/h. As marginais terão pontos com velocidade máxima permitida de 40km/h ou 60km/h.

Os radares estão em modos de teste desde março de 2014, quando foi iniciada uma discussão entre o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobre qual órgão teria a responsabilidade pela emissão das multas.

O acordo firmado entre as entidades estabelece que a ANTT continuará responsável pela pesagem de cargas e pelos equipamentos referentes aos radares, enquanto caberá a Polícia Rodoviária Federal multar os infratores.

As multas por excesso de velocidade podem ser classificadas entre média e gravíssima. Até 20% a mais do que a velocidade permitida é uma infração média com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação. Já para velocidades entre 20 e 50% a mais do que o permitido, o valor sobe para R$ 127,69 e cinco pontos na carteira. Acima de 50% do valor permitido na via, a multa se torna gravíssima, com valor de R$ 574,62 e sete pontos na carteira, com possibilidade de apreensão da documentação e suspensão do direito de dirigir.

Fonte Diariocatarinse.clickrbs.com.br

Comentar

Comentários

oi