Trilha: Piscinas Naturais da Barra da Lagoa, em Florianópolis

piscinas naturais em florianópolis

 

Embora ainda não muito conhecidas entre os turistas que visitam Florianópolis, especialmente no verão, as Piscinas Naturais da Barra da Lagoa são um verdadeiro paraíso escondido entre as praias da Prainha da Barra e Galheta.

 

Nota: Na verdade, trata-se de uma “fenda” no costão, onde em dias de mar calmo a água fica cristalina e parada. Por isso é conhecida como Piscinas Naturais.

 

Para chegar ao local, é bem fácil. Basta seguir os passos abaixo:

 

1 – Atravesse a ponte sob o canal da Barra da Lagoa;

 




 

2 – Ao descer da ponte, vire a esquerda e siga até o final da servidão da Prainha;

 

3 – No final da servidão, depois de uns 5 minutos de caminhada, você encontrará o início da trilha que dá acesso as Piscinas Naturais. A partir daí é só entrar mata a dentro, e depois de uns 15 minutinhos de caminhada. A trilha é considerada leve, mas mesmo assim o ideal é fazê-a usando tênis adequados. E não esqueça de levar água. :)

 

Vídeo

Estive no local durante o verão de 2015/2016 e fiz este vídeo. Assista até o final:

 




 

IMPORTANTE: Como não há areia no local, para entrar na água você vai precisar pular das pedras (mas não se preocupe, a maioria delas estão praticamente no nível do mar). Portanto, se você não sabe nadar muito bem, contente-se apenas em apreciar o visual, e tirar fotos é claro :). Não se arrisque no mar.

 

Ah, já ia esquecendo de outra coisa importante: nada de deixar lixo sob as pedras ou na trilha, muito menos no mar. Certo?

Comentar

Comentários

Júnior Silva

Posted by Júnior Silva

Júnior Silva, natural da Ilha da Magia, além de um apaixonado por Santa Catarina, é diretor de projetos na agência de marketing digital Casanobre Dgital e colaborador do Blog Amigo de Viagens, da página Viva a Bela e Santa Catarina. Graduado em Sistemas para Internet, também é guitarrista e fã incondicional de Raul Seixas e Aerosmith. Por incrível que pareça, não curte games (wtf?), mas é viciado em South Park, o desenho animado mais politicamente incorreto do universo.